Foto: FGF

Na tarde desta terça-feira (28), ocorreu mais uma reunião por videoconferência entre os membros da CBF e federações estaduais. A Federação Gaúcha de Futebol foi representada pelo presidente Luciano Hocsmann. Foram discutidos os possíveis rumos da competição pós pandemia.

A CBF abriu o encontro repassando informações do cenário atual. Em seguida, foram discutidas recomendações para quando houver a retomada das competições. A conferência estabeleceu que cada federação terá autonomia para definir um protocolo específico com medidas a serem adotadas para a realização de partidas. O conjunto de ações deverá estar alinhado às orientações de órgãos governamentais e autoridades sanitárias no enfrentamento da pandemia de coronavírus.

De acordo com o site O Globo, a sugestão da CBF é que, se possível, as filiadas tentem viabilizar o retorno dos campeonatos locais no fim de semana do dia 17 de maio. Cabe destacar que a data é uma sugestão e não uma determinação.

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, colocou em questão que pode haver uma diferença entre o rumo do futebol em cada estado. Levando em consideração o cenário diferente de disseminação do coronavírus. Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, têm governadores com postura mais rígida em relação às atividades esportivas.

O reinício dos campeonatos estaduais é importante para que se defina o calendário para o Brasileirão e a Copa do Brasil. O retorno dos torneios nacionais traz um quadro mais complexo. É necessário uma diminuição maior do coronavírus no país, com liberação de voos entre estados. O que ainda não tem definição para normalizar.

Segundo a publicação, as federações estaduais têm autonomia discutir com governadores e prefeitos protocolos médicos que se adequem às respectivas realidades.

Nos próximos dias, a CBF se manifestará oficialmente acerca do período de retreinamento dos clubes e da definição do calendário para o restante da temporada.

Deixe uma resposta