Arte: Rede Esportiva

Não é preciso falar que 2020 já é um ano atípico e sua continuação no que diz respeito ao futebol será muito mais. Acredito que, com exceção do Flamengo que acertou com Jorge Jesus e comissão por R$ 23 milhões, a criatividade seja fator preponderante para negociações.

Dia desses ouvi Ricardo Fonseca em entrevista. Ele aposta alto em Hemerson Maria e eu também. Pelo que o treinador já mostrou, dá perspectivas de um trabalho diferenciado: tem conhecimento de mercado, tem bons trabalhos em Santa Catarina e no centro-leste e pode agregar. Lembro que o presidente falou em cinco ou seis reforços, que, a gosto deste amigo, precisam ser titulares. Estamos cansados de ser depósito de “jogadores para grupo”. Temos dois clubes muito grandes, com torcida e imprensa exigentes e precisamos que, nessa altura do campeonato, cheguem nomes com a tarimba de titulares e que resolvam o problema de vermelhos e amarelos. O atacante Moises, do Concórdia, por exemplo, chegaria com a melhor das credenciais, porém, ele renovou com clube catarinense e a concorrência por um empréstimo será forte. Hemerson o elogiou, como elogiou Ramon. Aquele mesmo, que hoje está no preso ao Santo André. Convenhamos, vai chegar quem agradar ao comandante.

Na Avenida, se vê uma movimentação positiva visando a Série D. Pelo que se sabe, o goleiro Renan e o volante Itaqui já estão confirmados. Germano quer voltar e Galiardo é cotado. Marcão, antigo sonho para a camisa 9, negocia e disse para mim que gostaria de definir tudo até o final de semana. Já para o Gauchão, o zagueiro Fabio Alemão, ex-base do Inter e Bahia, já procura moradia na cidade. Rafael Copetti, goleiro que passou aqui em 2017, tem acerto verbal. Jardel, caso mais complicado, analisa. Não há dúvidas que o Lobo pensa grande. Palmas para o departamento de futebol. E o Gauchão? Por mais que não haja rebaixamento, não dá para descuidar. Falei sobre isso já. Imagina chegar “aos pedaços” na Série D?

Que o arrojo demonstrado na montagem do grupo para a Série D seja repetido no time para o resto do Gauchão, pois lembro que o Lobo precisa seguir em cima. Não creio em classificação para os matas, mas pontuar é necessário, pois, por via das dúvidas, não é prudente abrir mão da busca da vaga na Série c de 2021, pois se algum contratempo acontecer no certame nacional deste ano, será preciso renovar a vaga já que não ocorrerá via copinha este ano. Sem contar que não ficando nos dois lugares mais baixos do estadual, a cota da TV ano que vem chega em sua integralidade – essa vale pros dois lados da cidade. Aguardemos!

—————————

Sigam Canal do Eduardo Torres no YouTube@eduardootorres, no Twitter, para seguir acompanhando as opiniões desta coluna.

Deixe uma resposta