O clássico Bra-Pel 363 está marcado para o próximo domingo (17), no Bento Freitas. O que esperar do confronto? O Rede Esportiva perguntou a jornalistas pelotenses. Confira:

André Müller | Rádio Pelotense

“Clássico é um jogo diferente. Fatores extras como equilíbrio emocional e concentração se tornam ainda mais importantes nestes momentos de participação maior das torcidas.

O momento do Pelotas é melhor, por isso acho que entra em vantagem para o confronto. Embora não seja uma equipe muito empolgante no aspecto técnico, tem um padrão de jogo bem definido e uma boa bola aérea, fatores que podem ser decisivos em jogos com tendência de marcação forte.

Por outro lado, esta é uma excelente oportunidade para o Brasil recuperar a autoestima e reverter o péssimo momento. Clássico tem esse poder.”

Eduardo Torres | Rádio Pelotense

“O clássico por si só já é um jogo diferente, independente da maneira que as equipes se encontram na atual situação. Vejo nas duas equipes um grande problema: a inoperância ofensiva. Para quem já teve Sotilli e Milar, nossa Dupla faz poucos gols. O coletivo do Pelotas funciona melhor e tem uma bola aérea muito forte. O Brasil tem mais jogadores capazes de definir o jogo individualmente. Será um jogo bastante interessante, não há dúvidas.”

Marcelo Prestes | Rádio Universidade

“Um clássico de opostos na classificação, mas com estilos parecidos na maneira de jogar. Talvez a tranquilidade na tabela favoreça o Pelotas para colocar em prática o estilo de jogo adotado por Diego Gavilán, que é de muita marcação e saídas rápidas para o ataque e uma eficiência na bola parada. Para os xavantes, vai ter que ser o jogo da superação, da entrega e da vida no campeonato, já que até agora, na penúltima rodada, o bom futebol veio de maneira escassa. O técnico Gustavo Papa vai ter que simplificar e aproveitar o seu potencial de qualidade que é Diogo Oliveira, pois se ele tiver num bom dia é meio caminho andado. Agora é esperar por um belo jogo e que vença o que tiver mais competência nos noventa e poucos minutos.”

Tallis Machado | Rádio Tupanci

“Por todas as circunstâncias que cercam o clássico e pelo momento em que ele acontece no campeonato, acredito em um jogo extremamente equilibrado, de poucas oportunidades e um empate como resultado mais provável para o Bra-Pel 363 no Estádio Bento Freitas no próximo domingo.”

Deixe uma resposta