Foto: Rede Esportiva

Com mais confiança, resultados começam a aparecer

O primeiro tempo na vitória diante do Manaus-AM foi o melhor do Brasil na temporada. Além de solidez defensiva, o time pressionou a saída do adversário, criou outras situações além do gol e, desta forma, poderia ter até ampliado o placar, inclusive com um pênalti desperdiçado.

Na segunda etapa o rendimento caiu e mesmo com um jogador a mais em boa parte do tempo, o time atacou pouco e deixou o adversário crescer. Mas no final conseguiu segurar a vitória e garantiu a inédita classificação para a terceira fase da Copa do Brasil.

Ainda que o time ainda tenha tido nenhuma atuação dos sonhos, já apresenta alguns aspectos positivos. A consistência defensiva é ponto alto no trabalho do técnico Gustavo Papa. Além disso, o grupo tem sido muito intenso e algumas boas individualidades começam a aparecer. O meia Gegê, por exemplo, chegou para ser a cereja do bolo, é o diferencial técnico no meio campo.

Sequência positiva

No início dos trabalhos tudo estava sendo colocado em dúvida. Comissão técnica, jogadores e, principalmente, a direção, estavam sendo muito questionados. Mas no futebol o que manda é o resultado e quando as vitórias começaram a aparecer, mesmo sem grandes atuações, tudo ficou mais tranquilo.

O jogo diante do Manaus foi histórico pela classificação inédita para a terceira fase da Copa do Brasil e também pela participação positiva da torcida nas arquibancadas.

Quem decide os jogos são os profissionais, mas com um ambiente mais favorável criado pela torcida, as chances aumentam.

Preocupação no STJD

Sempre que há um julgamento, ainda que as condições sejam favoráveis, existe uma apreensão até que venha o resultado e Brasil enfrentará, em breve, um que prevê até possibilidade de rebaixamento nacional, pouco provável ou impossível no entendimento do jurídico xavante.

A maioria dos clubes brasileiros atrasam salários, o Figueirense no ano passado chegou a perder uma partida por W.O, em função de protesto dos jogadores que não recebiam e segue na Série B, por exemplo.

Em função disso, não acredito em punição que leve ao rebaixamento, mas a defesa deverá estar bem preparada porque o Londrina que é o principal interessado, fará muita pressão e contratou um advogado muito experiente.

 

Deixe uma resposta