Foto: Rede Esportiva

Na próxima segunda-feira (23), o Pelotas volta a campo para enfrentar o 12 Horas na Boca do Lobo e, mesmo sem ter perdido no primeiro turno, começa a receber uma leve pressão. A classificação à próxima fase é certa. Mas a obrigação de encerrar a primeira fase em primeiro lugar e com uma das melhores campanhas no geral não permite tropeço algum.

Não se espera outro resultado senão o da vitória diante do modesto adversário, no entanto, como já será o quinto jogo pela competição, é fundamental que venha também com uma atuação bem melhor da equipe.

Além da obrigação de evolução natural, a pressão é também pela vitória do Bagé fora de casa na última rodada diante do Cruzeiro. Com o resultado, o jalde-negro, com um jogo a mais, ultrapassou o Lobo em um ponto.

No entanto, como é improvável que ambos percam pontos para 12 Horas e União Harmonia, o áureo-cerúleo, além dos demais resultados positivos, não poderá perder na Rainha da Fronteira na próxima rodada, para ficar na primeira colocação.

É hora de a qualidade sair do papel para a prática

Quando montou o elenco para a competição o Pelotas até surpreendeu positivamente com os nomes anunciados. Alguns jogadores como Vacaria, Wallacer e Jô têm currículo para atuarem em competições maiores.

Além disso, a ideia de jogo do técnico Felipe Endres também é interessante. Porém, mesmo que tenha vencido três e empatado uma nos quatro jogos do primeiro turno, o time ainda não convenceu que é confiável para chegar ao título.

Ainda não sofreu gols, mas passou trabalho diante de equipes semiamadoras. Para alcançar o objetivo terá adversários bem mais qualificados e, exatamente por isso, precisará jogar muito mais.

Festa de aniversário do áureo-cerúleo terá craques do passado

No dia 11 de outubro o Pelotas estará completando 111 anos de fundação e, dentre as atividades comemorativas, haverá um jogo envolvendo ex-atletas do clube que marcaram época com a camisa do Lobão.

Entre os confirmados estão vários do grupo de 1984 que é lembrado por muitos torcedores até hoje. Nomes como Décio, Toninho Costa, Sérgio Peres, Paulo Ricardo, Celso Guimarães e Ademir Alcântara, apontado por muitos como o melhor jogador da história do Lobão, estarão no jogo festivo.

Deixe uma resposta