Não foi uma atuação brilhante do Brasil diante do América-MG, mas a vitória, a primeira xavante na Série B, tirou um peso gigante de cima do grupo.

Ainda que a equipe mineira tenha sido superior tecnicamente, é inegável a evolução do rubro-negro. O gol do América-MG surgiu depois de uma falha individual do bom zagueiro Bruno Aguiar, mas a reação quase que imediata e o gol redentor de Murilo Rangel recolocaram a equipe rapidamente no jogo.

Mesmo sem muita posse de bola, o Xavante ainda teve uma grande oportunidade desperdiçada por Juba, antes do gol da virada marcado por Bruno Paulo, auxiliado pela falha do goleiro.

Em cima das dificuldades financeiras e a consequente inviabilidade de reforços, é previsível, como tenho dito, que o Brasil tenha de fazer muita força para permanecer na Série B e, como foi no sábado, compensar a limitação técnica com aplicação tática.

O resultado positivo ameniza a pressão
O campeonato ainda está no início. Foram apenas cinco rodadas até agora. Mas em função das quatro derrotas nas primeiras partidas, a pressão em cima da comissão e dos jogadores era enorme.

Os primeiros três pontos diante de um adversário do tamanho do América-MG, mesmo com a equipe mineira também tendo arrancado mal na competição, melhora muito o ambiente para a sequência.

Nesta terça o adversário será o Guarani, que está um pouco melhor que o Xavante na competição e vem de uma derrota fora de casa diante do Criciúma. Com a exigência de acesso por lá, o trabalho já começa a ser questionado e o técnico ameaçado. Esse pode ser um ponto a ser explorado pelo Brasil, e que Rogério sabe muito bem utilizar.

Mundial Feminino terá representante das Lobas
O Mundial Feminino, que acontece no mês que vem na França, terá uma representante da Lobas – projeto idealizado e mantido pelo competente Marcos Planela.

Andressinha, que inclusive foi destaque aqui no Rede Esportiva, atuou pela equipe áureo-cerúlea e está na Seleção há aproximadamente 10 anos.

A competição terá acompanhamento especial aqui do Rede Esportiva.

Parabéns, Marcos Planela, por mais um fruto do grande trabalho.

Deixe uma resposta