Arte: Rede Esportiva

Os resultados acalmam
A turbulência em função dos maus resultados iniciais do Gauchão amenizou com a boa sequência, a partir da vitória contra o São José-POA, no último jogo do primeiro turno.

Não foram grandes atuações, mas suficientes para avançar à segunda fase da Copa do Brasil e se afastar da zona do rebaixamento no Gauchão.

O presidente que declarou várias vezes e para pessoas que iria sair. Porém, a classificação na Copa do Brasil amenizou a crise financeira e as duas vitórias seguidas no Gauchão acalmaram a torcida. Além disso, a possibilidade real de chegar a terceira fase, eliminando o Manaus-AM nesta quarta, renderá muito mais ao clube.

Resposta técnica melhor
O grupo xavante está longe de ser uma unanimidade técnica, mas já demonstrações de evolução.
A qualidade sempre será importantíssima no futebol, mas a confiança transforma equipes medianas em competitivas e os resultados positivos dão isso aos jogadores.

Deste o início da temporada a defesa tem sido o ponto forte xavante. O time sofre poucos gols e esse é um aspecto muito positivo.
O problema maior está na baixa produção ofensiva. Além de pouco repertório, a pontaria também não tem ajudado.

A presença do Gegê no meio, não só pelo gol que marcou, mas pelo trato mais refinado com a bola, já melhorou o setor. Claro que ainda é preciso observar a sequência, porém a expectativa já passa a ser mais positiva.

O quanto vale a classificação
Passar de fase na Copa do Brasil representa muito tecnicamente para o rubro-negro e dá mais confiança para o grupo na sequência do Gauchão.
No entanto, pela nova composição financeira da competição, cada passo dado a frente, representa acréscimo financeiro que vão aliviando e muito o clube. Aliás, não só o clube, mas os jogadores também acabam se motivando com a possibilidade de, através de premiações, faturarem mais também.

Deixe uma resposta