Arte: Rede Esportiva

A perda de pontos e consequente queda de divisão no caso Claudio em 2011, causa sempre muita apreensão na torcida xavante quando o clube é chamado no STJD.

O caso mais recente foi a denúncia do clube ao órgão em decorrência de atrasos salarias e a regra do Fair Play financeiro que poderia novamente rebaixar o clube no tapetão.

Mas, como o clube já havia quitado as dívidas, foi absolvido. Ainda cabe recurso, no entanto não só por já ter solucionado o problema, mas principalmente pela situação infinitamente mais tranquila comparada a vários clubes, não há motivo para preocupação.

Evidente que todo trabalhador, inclusive jogador de futebol, deve receber em dia. Porém, sempre é preciso contextualizar de acordo com cada realidade.
Infelizmente o atraso salarial no futebol é uma constante e dentro deste quadro, com base em notícias de grandes clubes e até o W.O que o Figueirense teve no ano passado por protestos dos jogadores, a situação no xavante é relativamente tranquila nesse sentido.

O desgaste de Ricardo Fonseca
Pelo tempo que está à frente do Brasil, é natural que o presidente Ricardo Fonseca sofra com desgaste junto ao torcedor. Mas sempre é bom lembrar como assumiu o clube e como estará encerrando o seu ciclo.
Tecnicamente o clube deu um salto gigante da Divisão de Acesso Gaúcha para a Série B do Brasileiro.

Até pode-se dar mais méritos a outros personagens ao longo desta trajetória, mas a maioria já passou e ele segue mantendo o clube no mesmo patamar.
Ele suportou crises e tomou decisões importantes que garantiram a segurança para a sequência.

Além disso, foi na sua gestão que o clube passou pela maior reforma da história, tanto estrutural como administrativa e ainda reconstruiu as categorias de base, proporcionando aos atletas e profissionais uma das melhores estruturas do estado.

O reconhecimento nacional
De certa forma o nível atingido e a manutenção no cenário nacional, não só com a Série B, mas também com a Copa do Brasil, deixou o torcedor mal-acostumado e muito mais exigente.

O clube ganhou muito mais visibilidade nos últimos anos, mas o próximo degrau será ainda mais difícil. Embora em alguns momentos, aparentemente, o acesso para a Série A não seja tão complicado, é preciso ter muito fôlego e grupo para chegar.

Teoricamente, com estádio pronto, o próximo passo pode ser facilitado, porém, o simples fato de se manter já será uma responsabilidade enorme para os próximos gestores.

Deixe uma resposta