Arte: Rede Esportiva

A temporada xavante, tecnicamente, foi muito ruim. Embora no final os resultados tenham sido positivos, permanência na Série B e no Gauchão, bons resultados na base e a provável vaga na Copa do Brasil, dentro de campo o time quase sempre ficou muito abaixo do esperado.

Carlos Eduardo, porém, foi a grande notícia do ano. Com a complicada missão de substituir nomes consagrados como Marcelo Pitol, Eduardo Martini e Luiz Müller, iniciou a temporada sob muita desconfiança dos torcedores.

O espaço e a confiança foram conquistados com trabalho e competência. Além da inquestionável capacidade técnica, o mérito deve ser dividido com o competente preparador de goleiros Alex Lessa. Ao longo da temporada, Carlos Eduardo cresceu tecnicamente e ganhou maturidade também.

Além da escolha quase unânime por parte da imprensa, os números comprovaram que foi o melhor goleiro da Série B e, já no Gauchão, mesmo com um número excessivo de gols sofridos, também foi protagonista.

Mudança de patamar

A temporada 2019 mudou o patamar do ex-goleiro xavante. Para permanecer no clube, a direção precisaria valorizá-lo financeiramente e, se possível, fazer um contrato maior para se precaver em relação ao interesse de outros clubes.

Mas, embora não conheça os valores do novo contrato, o simples fato de a nova equipe ser o Sport e jogar a Série A já inviabiliza qualquer negociação para ficar. O goleiro sempre demonstrou gratidão ao clube e ao seu parceiro de trabalho Alex Lessa, mas é profissional e precisa pensar no futuro.

Revelação e fortalecimento da base

O atacante Cristian foi a revelação do ano, escolhido pela imprensa pelotense, na eleição do Rede Esportiva. Justo reconhecimento.

Embora tenha oscilado, o que é comum de acontecer com jovens, virou uma opção real na Série B e até foi decisivo em alguns jogos.

As suas boas atuações vão além do seu próprio aproveitamento. Associadas ao bom desempenho de resultados da base, fazem com que o trabalho de baixo passe a ser observado com outros olhos, e a tendência é que outros jovens também ganhem espaço no grupo principal.

Deixe uma resposta