Arte: Rede Esportiva

Vai começar a era Papa
Sem muitos recursos, com o elenco renovado e pouco tempo de pré-temporada. Assim surgiu a oportunidade, finalmente, para Gustavo Papa deixar de ser auxiliar ou interino, e assumir o protagonismo na comissão técnica xavante.

As dificuldades não são poucas, mas sendo um profissional do clube já há bastante tempo e portanto, conhecendo bem a pressão do cargo, certamente assumiu sabendo o caminho a percorrer para buscar os resultados.

Evidente que teoria e prática nem sempre se completam. Sem dúvida, essa será a grande oportunidade dele na nova carreira e, junto com a comissão técnica, deu a vida na montagem do elenco e na pré-temporada.

Ensaio acima da expectativa
Jogo é jogo e treino é treino. A expressão é antiga, mas corresponde muito com a realidade. Já vários times realizarem bons jogos preparatórios que valendo não conseguiram repetir. Mas muito vezes também ocorre o contrário.

No caso do Brasil, pela reformulação do elenco e o pouco tempo de trabalho, não se esperava muito no início dos trabalhos.

No entanto, nos três jogos-treino o grupo deu uma resposta bem razoável. No principal deles, diante do São José-POA que já tem base formada e com bons resultados, o time teve um tempo da movimentação muito bom. Como esperado, caiu um pouco na segunda etapa, mas mudou o sentimento do torcedor que estava pessimista e passou a acreditar mais no trabalho.

Adversário é uma incógnita

Desde a Copinha do ano passado, o Aimoré, adversário do Brasil na estreia, inovou e contratou PC Oliveira, técnico multicampeão no futsal, estudioso do futebol, mas que ainda não tem a experiência do Gauchão.

Na Copa do segundo semestre do ano passado acabou eliminado nas quartas de final pelo São José-POA e nos amistosos preparatórios não teve bom rendimento, já buscou novos reforços, mas que também ainda não convenceram.

Embora o cenário do adversário não seja favorável, o empate não pode ser desprezado. Sempre dá para pensar em vitória, mas não dá para esquecer que a preparação do Brasil também não foi a ideal.

 

Deixe uma resposta