Imagem: Rede Esportiva

Lembro bem de quando se noticiou que Fabricio estava sendo repatriado por empréstimo para o Brasil. Quando a maioria viu o negócio com desconfiança, ou que Fabricio seria apenas mais um no grupo, me recordo que, em uma participação no Papo da Bola, na Radio Universidade, fiz questão de alertar de que falávamos ali, de um jogador interessante, e que podia dar certo. E deu.

No meio da pobreza franciscana apresentada pelo setor ofensivo do Brasil na temporada, mas principalmente nesta Série B, Fabricio foi o arroubo de qualidade, mesclando velocidade, bom posicionamento e confiança. Não a toa, ele deixou o clube como artilheiro do time na competição, para ir se aventurar em solo espanhol, no Celta B. E o Grêmio detentor do passe do atacante, tratou de disponibilizar um outro nome, e com boa projeção: o meia atacante Rildo.

Rildo, que foi um dos destaques com o próprio Fabricio, no time vice-campeão da Copa São Paulo de 2021, pode jogar tanto aberto pelo lado, quanto centralizado, e sempre foi muito bem falado na base do tricolor. Tendo em vista o problema no qual o Brasil enfrenta, agravado pelas saídas do próprio Fabricio e de Jarro, não tenho dúvidas de que mais uma vez, o Brasil faz aposta que pode dar certo. Apostar em um jovem de potencial como Rildo, que só não foi para Portugal, pois o Grêmio preferiu mantê-lo em solo brasileiro, é extremamente válido.

O atacante deve chegar na cidade entre hoje e amanhã, e o palpite deste colunista, é que muito em breve ele deva virar titular de Cleber Gaucho.

MERECE PALPITE
Na noite de hoje, São Paulo e Palmeiras enfrentam-se pela Libertadores da América. Como no primeiro jogo, é dificil imaginar um partida com muitos gols. Por isso, a aposta em menos de 2.5 gols(odd 1.47) é mais indicada.


Os textos desta coluna são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a opinião dos editores do site.

Deixe uma resposta