Desde que desembarcou do CT Luis Carvalho, para substituir Fabricio na Baixada, as perspectivas eram boas quanto ao aproveitamento de Rildo com a camisa do Grêmio Esportivo Brasil. Se anteriormente, um jovem emprestado pelo Grêmio vinha sendo o principal nome do Brasil na temporada, quando este foi para o Celta, outro chegou, assumiu a responsabilidade, e manteve o status. No periclitante 2021 Xavante, Rildo é um oásis de talento. E as amostras para isso foram muitas.

Na última partida, como nos bons tempos do saudoso Claudio Milar, Rildo fez um golaço de falta, em um verdadeiro pombo sem asa, onde o goleiro nada pode fazer, como em tantas vezes vimos o eterno camisa 7 fazer. Mas engana-se quem pensa que ele só fez isso. Rildo foi – e vem sendo – intenso o quanto pode. Chama a responsabilidade, busca a bola junto aos volantes, cai pelos lados e até por dentro. Contra o Confiança, chapelou adversários, deu caneta e foi caçado – literalmente – pelos adversários. Já havíamos visto isso em outras partidas, contra o Remo e o Londrina, e vem se repetindo.
Rildo chegou ao Brasil com status de craque da base do Grêmio, onde, inclusive, foi escolhido um dos melhores da Copa São Paulo 2020, onde o Tricolor perdeu a final para o Internacional. Porém, esse status não transferiu-se para o time de cima, onde ele quase não foi aproveitado pelo time da capital. Já no Brasil ele confirmou o que se falava nos tempos de base do Grêmio: Rildo é protagonista.

Tudo bem que a régua baixe consideravelmente, pois o Brasil passa por maus bocados, por conta dos erros grosseiros de rota, de quando Fernando Leite e Tencati montaram o grupo que hoje encontra-se na situação que está. Porém, convenhamos, que se hoje está complicado, sem Rildo as coisas poderiam estar ainda piores.

MERECE PALPITE
Amanhã, pela Série B, o Botafogo recebe o Londrina, no Nilton Santos. O embalado alvinegro carioca deve manter o bom momento e vencer o time do norte do Paraná. Na kto.com, a vitória do Botafogo tem odd interessante: 1.57, e vale a aposta.


Os textos desta coluna são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a opinião dos editores do site.

Deixe uma resposta