A Copa do Mundo de Futebol Feminino, na França, começa no dia sete de junho. O Brasil fará sua estreia no dia 9 (este domingo), contra a Jamaica. Enquanto a bola não rola, o Rede Esportiva separou algumas curiosidades sobre a Seleção Brasileira.

Participações

A Seleção Brasileira esteve presente em todas as sete edições da Copa do Mundo Feminina. A da França, em junho será a oitava participação canarinha. A primeira foi em 1991, na China.

A melhor colocação brasileira foi em 2007 com o vice-campeonato diante da Alemanha, na Copa do Mundo da China.

Em 1999, nos Estados Unidos, o Brasil ficou em terceiro lugar ao vencer a Noruega.

Currículo pesado

A meio-campista Formiga, aos 41 anos, segue fazendo história na Seleção Brasileira. A jogadora participou de seis Mundiais defendendo as cores do Brasil. Ela foi convocada novamente pelo técnico Vadão para a Copa da França. A craque que atua no PSG será a jogadora entre homens e mulheres a participar de mais edições de uma Copa do Mundo.

Foto: CBF

Além disso, Formiga poderá ser a jogadora mais velha a entrar em campo em uma edição da Copa do Mundo Feminina.

Artilheira da Copa do Mundo Feminina

Em 2015, no Canadá, Marta, se tornou a maior artilheira da Copa do Mundo Feminina. A craque brasileira marcou o segundo gol do Brasil contra a Coreia do Sul, na fase de grupos, e somou 15 gols em Mundiais.

Foto: CBF

O primeiro deles foi em 2003, onde Marta marcou três vezes. Em 2007, na China, a camisa 10 teve sua melhor participação e balançou as redes sete vezes. Alguns anos depois, na Copa do Mundo da Alemanha, em 2011, marcou quatro gols.

Em meio a tudo isso, Marta foi eleita seis vezes a melhor do mundo no prêmio Fifa: ela levantou a taça em 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2018. Ela é a recordista entre homens e mulheres. Além das seis vitórias, a capitã brasileira foi indicada 14 vezes.

Deixe uma resposta