Foto: Victor Lannes

Após a derrota para o Ypiranga, por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (29), o treinador Antônio Picoli decidiu sair do comando técnico do Áureo-Cerúleo. A decisão foi comunicada pelo presidente do clube.

Em entrevista coletiva, o presidente Gilmar Schneider esclareceu que foi uma decisão do próprio técnico. “O nosso treinador pediu demissão. Por ser uma pessoa autêntica e ter acreditado no trabalho do Pelotas, ele se achou no direito de pedir demissão. Ele acha que o Pelotas é um time muito grande e não deve estar nessa situação. Se sente culpado por isso também e colocou que o clube deve procurar outro treinador”, disse o dirigente, que agradeceu Picoli pelo trabalho executado durante a Copa FGF e o início deste estadual.

Agora, a direção irá buscar um novo nome para dar continuidade ao trabalho do Lobo no Gauchão.

O Pelotas está na quinta posição do Grupo A, com apenas um ponto em três rodadas. A equipe volta a campo no sábado, às 16h, contra o Juventude, na Boca do Lobo.

Deixe uma resposta