Foto: Talyssa Machado / AI ECPP

No domingo (30), o Pelotas Phoenix enfrentou o Inter pela final do Campeonato Gaúcho Sub-18, em Flores da Cunha. A vitória foi das meninas Coloradas, por 7 a 0. As Lobas conquistaram o vice-campeonato.

Apesar do revés no placar, o técnico Marcos Planela fez uma avaliação positiva da campanha das Lobas na competição. “Em uma análise geral, eu fiz uma avaliação positiva da nossa participação, e fica um indicativo bem claro para nós de que se a gente seguir fazendo o trabalho da forma correta vamos chegar muito fortes para o Campeonato Gaúcho Sub-16”, comenta.

Em relação às dificuldades sofridas para a disputa dessa final, Planela destacou o investimento da equipe da Capital: “A estrutura disponibilizada para o Inter nessa categoria distanciou os demais aqui no estado. O (Inter) profissionalizou o trabalho com treinos diários e ofereceu condições para as meninas morarem em Porto Alegre e treinarem na semana cheia. A qualidade técnica é muito boa, o time é muito grande fisicamente, com a maioria das atletas no limite da idade, 17 e 18 anos. Enquanto isso, nosso grupo tem uma parte grande de meninas de 15 e 16 anos. Foi um amadurecimento para elas, jogar uma categoria acima. Fizemos uma viagem cansativa no dia, em torno de seis horas chovendo durante a viagem e o tempo todo do jogo”, falou.

Foto: Talyssa Machado / AI ECPP

Esta foi a segunda vez que Pelotas e Inter se enfrentaram nesta temporada. No primeiro encontro, na primeira fase, o placar foi de 11 a 0 para as coloradas. Sobre a última partida, o treinador destacou a evolução da equipe áureo-cerúlea no segundo tempo.

“Sabíamos da qualidade do Inter. Tivemos uma proposta mais cautelosa e defensiva no primeiro tempo. Não conseguimos controlar todo o ímpeto e qualidade delas. O campo forçou um desgaste da equipe delas, além da nossa, claro. No segundo tempo, conversamos e entramos com uma proposta mais parecida do que jogamos durante a temporada, ficando um pouco mais ofensivas, com posse de bola e buscando o ataque. Conseguimos realmente equilibrar as ações no segundo tempo. O Inter ainda teve mais posse de bola, mas tivemos oportunidades de gols, boas jogadas construídas”, analisou.

A taça de vice-campeã foi mais uma conquista que foi comemorada pelas Lobas e pelo treinador. “Em um primeiro momento o objetivo possível foi alcançado, que era ficar na frente das equipes do interior que tem uma estrutura semelhante, ou até mesmo inferior a nossa. O grupo comprovou que tem atletas de bastante qualidade e que o trabalho vem sendo bem feito”, destacou.

Planela comentou ainda que as Lobas voltarão a campo pela categoria sub-16, faixa etária da maioria do grupo que disputou o Gauchão Sub-18. Respeitando as adversárias, o Pelotas tem a ambição de chegar à final e brigar pelo título novamente. Nesta categoria, não há nenhuma equipe que tenha profissionalizado sua gestão e que treine diariamente com a estrutura como é a sub-18 do Inter.

O Campeonato Gaúcho Sub-16 será em agosto. A fórmula da competição terá sete times em duas chaves.

  • Pelotas Phoenix, Mayorka (Rio Grande) e João Emílio (Candiota).
  • Inter, Grêmio, Guarani (Lajeado) e ADERGS (Tapejara).

 

Deixe uma resposta