Foto: Tales Leal / AI Pelotas

Na tarde desta segunda-feira (20), o Pelotas se manifestou através do responsável pelo departamento médico do clube, Mauro Pavesi, sobre os quatro casos positivos para Covid-19 no elenco e o caso positivo que resultou o adiamento do Bra-Pel, que seria na próxima quarta. A prefeita Paula Mascarenhas questionou as informações.

Em vídeo, Pavesi afirmou que o clube seguiu à risca todos os protocolos estabelecidos pela Prefeitura de Pelotas e pela Federação Gaúcha de Futebol para o retorno das atividades. Inclusive, na primeira bateria de testes realizada todos os resultados foram negativos.

Já na segunda leva de testes, realizada na teça-feira (14), houve quatro resultados positivos para PCR, onde o paciente possui o vírus em suas vias aéreas. Destes, três já se encontravam previamente isolados, cumprindo o protocolo, pois vieram de outras cidades.

No outro caso, onde o atleta já estava em Pelotas, o mesmo testou negativo na primeira bateria e positivo na segunda. O jogador já estava treinando individualmente, porém foi isolado logo após seu resultado positivo.

Diferente do que a prefeitura comunicou para o adiamento do clássico, o Pelotas informou que o atleta que testou positivo não treinou coletivamente, pois o mesmo encontrava-se no departamento médico do clube. Portanto, o clube garante que não houve contato do infectado com o restante do grupo. “Esse atleta já se encontrava sem contato desde a segunda-feira anterior ao teste”, garantiu Pavesi.

Prefeitura rebate
Em live, a prefeita Paula Mascarenhas rebateu o conteúdo presente no vídeo do Pelotas. “Não foi essa e informação que o presidente do clube me deu na sexta-feira. Liguei para ele, disse que isso era muito importante, era decisivo saber se o atleta tinha participado de coletivo ou não. Precisava dessa confirmação dele para tomar uma decisão. Ele me confirmou categoricamente que o atleta participou de um coletivo na quarta-feira (15)”, disse.

“O presidente sabia que eu iria entrar em contato com a federação, com o presidente, como de fato entrei. Causa uma insegurança e incerteza que agora, alguns dias depois, o clube vem dar uma informação que contradiz aquela inicialmente dada”, afirmou.

“Isso nos traz uma insegurança brutal. Estamos tratando de proteção à vida, da saúde das pessoas, dos atletas. Não podemos brincar com isso. Não desconfio do médico, mas a informação que ele dá  hoje é absolutamente contraditória em relação à outra que me foi dada pessoalmente”, disse a prefeita”, completou”

Assista ao vídeo do Pelotas

_____________________________

Colaborou: Felipe Monterosso

Deixe uma resposta