Foto: Victor Lannes

Foto: Victor Lannes

A primeira taça do ano no Rio Grande do Sul foi erguida na Boca do Lobo, pelo time da casa. O Pelotas recebeu o Grêmio para a disputa da Recopa Gaúcha e empatou em 1 a 1 no tempo normal. Bateu o time da capital nos pênaltis e levantou, pela segunda vez, a taça da Recopa.

O Lobo iniciou a partida com Douglas, Osvaldir, Negretti, Felipe Chaves e Juliano Tatto; Felipe Guedes, Mateus Santana, Jean Roberto, Hugo Sanches e Juliano; Hugo Almeida.

O Grêmio veio para Pelotas com a equipe de transição, comandado pelo treinador Thiago Gomes, o time que entrou em campo teve Brenno; Felipe, Ruan, Rodrigues e Guilherme Guedes; Darlan, J.Varela, Patrick; Ferreira, Jonata Robert e Isaque.

Aos 12 minutos do primeiro tempo, o Grêmio começou a ensaiar uma pressão e teve boas chances, na primeira Ferreira chutou para fora, a segunda e a terceira tentativas pararam nas mãos do goleiro Douglas. Logo em seguida, aos 16 minutos, o Pelotas abriu o placar e levou a Boca do Lobo à loucura. Em cobrança de escanteio de Hugo Sanches, Mateus Santana cabeceou forte para o fundo da rede.

Foto: Victor Lannes

Aos 25, Ferreira fez grande jogada para o tricolor, driblou três jogadores mas, parou na defesa áureo-cerúlea. Em seguida, o Lobo respondeu com Felipe Guedes, em chute de fora da área, o goleiro Brenno fez boa defesa para evitar o segundo gol da tarde. No final do primeiro tempo Darlan ainda tentou abrir o placar para o Tricolor mas o goleiro Douglas defendeu.

Foto: Rafaela Tavares

Na segunda etapa o Lobo voltou querendo ampliar, logo aos 40 segundos Hugo Almeida chegou na linha do fundo e fez o cruzamento mas a zaga tricolor colocou para escanteio. Aos 17, o técnico Antônio Picoli trocou Jean Roberto por Gabriel Soares e Hugo Sanches por Jô. Aos 25, Jô fez jogada individual e bateu rasteiro de fora da área, a bola passou muito próxima a trave direita do tricolor. Picoli promoveu o estreante Tadeu na vaga de Hugo Almeida. O Grêmio tentou chegar ao gol com Robert, que finalizou para fora após cruzamento. Aos 38 minutos, a história do jogo, que ia se desenhando para a vitória do Lobo, mudou. O Grêmio empatou a partida com gol de Ferreira após cruzamento pela direita. A partir daí o jogo começou a ficar quente. Juliano chutou forte e a bola passou ao lado do gol tricolor. A partida terminou assim, em igualdade. A definição do campeão ficou para os pênaltis.

Nos pênaltis, o Pelotas converteu todas as cobranças e o goleiro Douglas pegou uma do Grêmio.

Torcida gremista se fez presente na Boca do Lobo (foto: Rafaela Tavares)

Foto: Victor Lannes

Deixe uma resposta