Foto: Rede Esportiva

Em entrevista ao repórter Gustavo Louzada, na Rádio Universidade, o presidente Gilmar Schneider criticou a escolha de sedes – possível solução para a sequência do Gauchão, que vem sendo comentada nos últimos dias.

Ainda está em aberto o local de disputa dos jogos. Existe a chance das partidas serem realizadas todas em Porto Alegre e Caxias do Sul.

Sobre a possibilidade dos jogos na Serra, Schneider não concordou. “É injusto termos que jogar fora de casa, sendo que alguns times terão o privilégio de jogar em seus próprios campos. Seria mais coerente o campeonato Gaúcho terminar na região metropolitana. Mas cada dia tudo muda, e cada dia estão tentando achar uma solução. Mas imagina os gastos de deslocamento e afins”, disse.

Ainda completou sobre a situação da pandemia no estado. “Se Pelotas está na bandeira amarela, porque vamos jogar em Caxias? Tanto Pelotas, quanto o Brasil teriam dois jogos na cidade. Por que vão sair? Vamos anunciar um Bra-Pel em Caxias? Tudo bem se eles jogarem um Ca-Ju em Pelotas”, falou.

Deixe uma resposta