Arte: Rede Esportiva

O Pelotas terminou o Gauchão 2019 alcançando um objetivo importante para quem recém havia subido: se manteve na elite. Pela grandeza do clube, porém, foi pouco. Mas, afinal, quem aprovou e quem reprovou no Lobo neste primeiro trimestre? O Rede Esportiva não ficou em cima do muro – com uma exceção – e fez a própria avaliação. Confira:

Goleiros:
Airton – Deixou dúvidas. Salvou o Lobo em diversas oportunidades, apesar de ter ficado mais marcado pelo erro no Bra-Pel do que pelas atuações de modo geral.
Matheus Claus – Não pode ser avaliado. Não jogou.
Vinicius Parise – Não pode ser avaliado. Não jogou.

Zagueiros :
Dão – Aprovou. Foi seguro em um dos pontos positivos do Pelotas no campeonato: a defesa. Além disso, marcou gol no Beira-Rio na vitória mais emblemática da campanha áureo-cerúlea.
Felipe Chaves – Aprovou. Recuperou o espaço perdido na pré-temporada e foi importante na campanha do Lobo.
Cleiton – Não pode ser avaliado. Só atuou contra o Grêmio, onde teve uma atuação mediana.
Luiz Felipe – Não pode ser avaliado. Atuou pouco, mas teve boas participações.
Ricardo Bierhals – Não pode ser avaliado. Não jogou.

Laterais:
Wallace – Não pode ser avaliado. Jogou pouco.
Rômulo – Aprovou. Assim que chegou assumiu a lateral esquerda. Fez atuações sólidas defensivamente.
John Lennon – Aprovou. O melhor da turma, talvez. Mostrou qualidade acima da média e vigor físico.
Aquilino Giménez – Reprovou. Mostrou muita vontade, mas ficou só nisso.
Adriano Lara – Não pode ser avaliado. Jogou pouco.

Meias:
Djalminha – Não pode ser avaliado. Jogou pouco.
Germano – Reprovou. Apesar de contribuir com a bola parada, o desempenho geral não agradou.
Léo Costa – Reprovou. Ficou abaixo das expectativas e passou por ele a falta de eficiência ofensiva.
Rubinho – Não pode ser avaliado. Teve poucas oportunidades, mas entrou bem nos jogos que participou.
Reinaldo Dutra – Aprovou. Além de ter sido um dos artilheiros, comandava o meio-campo.
Reinaldo Silva – Aprovou. Apesar de reserva, quando entrou, deu conta do recado. Se destacou na vitória contra o Inter no Beira-Rio.
Makelele – Aprovou. Mostrou muito poder de marcação e boa saída de bola.

Atacantes:
Tatá – Não pode ser avaliado. Não jogou.
Cláudio Correa “El Ogro” – Reprovou. Jogou pouco, mas chegou acima do peso e não balançou as redes.
Jarro – Aprovou. Apesar de algumas limitações técnicas, como a finalização, foi o que teve mais destaque no ataque áureo-cerúleo.
Maicol Fernandez – Não pode ser avaliado. Jogou pouco.
João Pedro – Não pode ser avaliado. Jogou pouco.
Julio Santa Cruz – Não pode ser avaliado. Jogou pouco.
Léo Bahia – Reprovou. Muita vontade e pouca contribuição ofensiva. Não marcou um gol sequer.
Giovane Gomez – Não pode ser avaliado. Jogou pouco e passou longe de ser o talismã das temporadas passadas.

Deixe uma resposta