Foto: Victor Lannes

A retomada do Brasil para o segundo turno do Gauchão foi com tensão, mas alívio ao apito final da partida. O Brasil recebeu o Novo Hamburgo, no Bento Freitas e venceu por 1 a 0. O gol xavante foi marcado por Gegê, estreando com a camisa rubro-negra.

O primeiro tempo não teve muitos lances de perigo de gol para os dois lados. A primeira grande chance foi aos 15 minutos, em ataque do Noia, o goleiro Matheus Nogueira teve trabalho e respondeu com uma bela defesa, evitando o que seria o primeiro gol da partida. Quem mexeu no marcador foi o Xavante, aos 29 minutos, com golaço do estreante Gegê. O camisa 10 recebeu a bola e acertou um chute de fora da área, que foi direto para o fundo da rede.

No segundo tempo, o treinador Gustavo Papa mexeu no ataque, tirou Cristian e promoveu a estreia de Jarro. A primeira chance clara de gol foi do Novo Hamburgo. Matheus Nogueira saiu do gol, a bola pipocou na área e Moisés chutou para fora. Aos 13 minutos, Wellington Simião foi derrubado dentro da área mas o árbitro da partida mandou seguir. O volante deixou o gramado na maca, com dores e foi substituído por João Henrique.

Foto: Victor Lannes

A partida seguiu disputada, inclusive com um princípio de confusão, mas logo a bola voltou a rolar.

A partida terminou com a vitória do Brasil, que se distanciou da zona de rebaixamento.

O Xavante volta a campo na quarta-feira (4), contra o Manaus, às 20h30, no Bento Freitas. A partida é válida pela segunda fase da Copa do Brasil. Já pelo Gauchão, o rubro-negro volta a jogar no domingo (8), contra o Inter, às 19h, no Beira-rio, em Porto Alegre.

Ficha técnica
Data: 1º/03/2020 – 16h
Local: Bento Freitas
Arbitragem: Leandro Vuaden, Lúcio Flor e Fabrício Berger.

Brasil: Matheus Nogueira; Ednei, Lázaro, Heverton e Bruno Santos; Révson, Simião (Leandro Leite) e Gegê (João Henrique); Poveda, Cristian (Jarro) e Wesley. Técnico: Gustavo Papa.

Novo Hamburgo: Jacson; Felipe Mattioni, Moisés, Diego Ivo e Bertotto; Chicão, Itaqui e Moisés Brito (Matheus); Alisson (Vieira), Mossoró e Juba (Igor). Técnico: Ben Hur Pereira.

Cartões amarelos: Chicão, Jacson, Matheus (NVH), Matheus Nogueira (BRA)

Gols: Gegê (29 min. 1t.)

Deixe uma resposta