Foto: Estevão Germano / AI América-MG

A ascensão que vive o América-MG nas últimas rodadas da Série B não chega a ser algo tão impressionante. Contando que o clube é tradicional na capital mineira, frequentador da Série A do Brasileiro e já alcançou grandes feitos. A campanha inicial da equipe, que esteve por 14 rodadas na zona de rebaixamento é que assustou os torcedores do Coelho.

O América começou a Série B com derrota, fora de casa, para o Operário, por 1 a 0. Resultado que fez com que a equipe já começasse lá embaixo na tabela de classificação: 17ª posição. Na segunda rodada, com mais uma derrota, o Coelho entrou no Z-4. Colecionou seis derrotas, cinco empates e três vitórias até a 16ª rodada.

A partir daí o time começou a respirar e embalar de vez na competição. Conquistou cinco vitórias, três empates e deu um salto na tabela. Atualmente está na décima posição, com 32 pontos.

Além disso, o time mineiro está a um jogo de alcançar a marca de 12 jogos sem perder, superando a última sequência de invencibilidade que ocorreu em 2017, quando o América foi o campeão da Série B conquistando o acesso à Série A.

Após a vitória de sexta contra o Sport, na Ilha do Retiro, o técnico Felipe Conceição, que assumiu o cargo em julho após a demissão de Maurício Barbieri, falou sobre a recuperação da equipe na competição e revelou que a partir de agora o clube deve focar em permanecer na parte de cima da tabela.

“Personalidade, coragem. A gente vem em uma performance consistente fora e dentro de casa. Cada vez mais consistente. Isso me traz cada vez mais alegria. A gente vem conquistando nosso lugar ao sol. Temos muito a remar ainda, pelo início ruim, mas estamos conseguindo chegar onde a gente quer”, comentou.

Preparação para enfrentar o Xavante

Foto: João Zebral / AI América-MG

O time americano se reapresentou e treinou na manhã desta segunda-feira (23). A equipe descansou no domingo e se prepara para a partida desta terça, às 20h30, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Os trabalhos envolveram atividades físicas. Os atletas que atuaram por mais de 45 minutos contra o Sport fizeram fortalecimento físico e recuperação em campo. Depois, foram para a academia e continuaram a reabilitação física. O técnico Felipe Conceição comandou uma atividade com vários pequenos grupos em espaço reduzido do campo. Com o objetivo de aprimorar o dinamismo e a tomada de decisão dos jogadores. Após o treino a delegação americana seguiu para o hotel e ficará em concentração até a noite de terça.

Arte: Rede Esportiva

Deixe uma resposta