Foto: Victor Lannes

O Xavante amargurou mais uma rodada sem marcar gols no Gauchão. Na tarde deste sábado (2), o Brasil visitou o Caxias, no Estádio Centenário, e perdeu pelo placar de 1 a 0. O gol da partida foi marcado por Ivan, de falta.

No primeiro tempo, o Xavante foi chegando com perigo em jogada de Nathan pela esquerda, o atacante pediu pênalti alegando que o zagueiro Grená havia ajeitado a bola com a mão dentro da área, mas o juiz mandou seguir. Em uma boa tentativa do Caxias, com lançamento de Diogo Oliveira, quase João Paulo ficou na cara do gol, mas o goleiro Matheus Nogueira interceptou. Quem abriu o placar foi os donos da casa, aos 25 minutos, em cobrança de falta perfeita de Ivan.

A equipe Grená fez boas jogadas no meio-campo, o ex-Brasil Diogo Oliveira foi um dos destaques do primeiro tempo. O Rubro-Negro tentou igualar o marcador principalmente nas bolas alçadas na área e nos escanteios, mas não conseguiu balançar a rede.

Foto: Victor Lannes

No intervalo do jogo, Gustavo Papa trocou Nathan por Cristian, que no primeiro lance acertou uma bola na trave grená. Os cruzamentos na área seguiram sendo a principal forma de chegada do Brasil na área adversária. Mais recuado, o Caxias chamou o Xavante para o jogo, que teve algumas boas jogadas com Cristian, mas não concretizou em gol. Aos 20 minutos, o goleiro Matheus Nogueira saiu do gol para salvar o que seria o segundo gol do Caxias. Em outra jogada de Diogo Oliveira, Da Silva chutou por cima da meta Xavante. Aos 38, mais uma grande defesa de Matheus Nogueira, Da Silva mandou uma pancada de fora da área e o goleiro espalmou para escanteio. Sem mais gols, a partida terminou com a derrota do Brasil por 1 a 0.

Torcida Xavante esteve presente no Estádio Centenário, em Caxias do Sul (Foto: Victor Lannes)

Sem chances de classificação para a próxima fase do primeiro turno, o Brasil volta à campo no domingo (9), às 16h, contra o São José, no Bento Freitas.

Ficha técnica:

Caxias: Pitol; Ivan, Laercio, Tiago Salles e Bruno Ré; Juliano, Carlos Alberto (Yuri) e Diogo Oliveira; Juninho Potiguar (Léo Tilica), Vinicius Baiano e João Paulo (Da Silva). Técnico: Lacerda.

Brasil: Matheus Nogueira; Ednei, Lázaro, Heverton e Bruno Santos, Leandro Leite (Wesley), Revson, Wellington Simião, Maicon Assis, Nathan (Cristian) e Gabriel Poveda (Eliel). Técnico: Gustavo Papa.

Cartões amarelos: Bruno Santos, Leandro Leite, Cristian (BRA), Bruno Ré (CAX).

Gols: Ivan (25 min, 1° t.).

Deixe uma resposta