Foto: Jonathan Silva / AI Brasil

O arremesso de um cortador de unha na partida contra o CRB, no Bento Freitas, no dia 11 de maio, rendeu um compromisso indesejado para o Brasil, nesta sexta-feira (31), no Rio de Janeiro. Isso porque o clube foi denunciado com base no artigo 213, inciso III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala sobre deixar de tomar providências capazes de previnir e reprimir o lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo. A pena prevê multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

Em relação à perda de mando de campo, o CBJD esclarece que tal pena só é imposta “quando a desordem, invasão ou lançamento de objeto for de elevada gravidade ou causar prejuízo ao andamento do evento desportivo”. Nesses casos, “a entidade de prática poderá ser punida com a perda do mando de campo de uma a dez partidas”.

Um fato que poderia eximir o Brasil de uma punição seria a identificação e detenção do responsável pelo arremesso do objeto no gramado. Até o último contato do Rede Esportiva com o Brasil, porém, ainda não havia nenhuma informação a respeito da identificação desse torcedor. O clube afirmou que assessoria de imprensa iria se manifestar caso existisse alguma novidade sobre o fato.

O que diz o CBJD

 

Imagem: reprodução CBJD

 

Deixe uma resposta