Foto: Carlos Insaurriaga / AI Brasil

Brasil e Guarani-SP se enfrentaram na noite deste domingo (13), no Estádio Bento Freitas, pela 28ª rodada da Série B do Brasileiro. O Xavante venceu por 3 a 1. Com o resultado, o Rubro-Negro está na 12ª posição com 36 pontos.

O Brasil abriu o placar aos 33 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para o atacante Luiz Henrique, que limpou a jogada, deixou a marcação para trás e chutou, a bola ainda desviou e parou no fundo da rede. Aos dois minutos do segundo tempo, Luiz Henrique sofreu pênalti e Bruno Matias cobrou bem para ampliar o placar. O Bugre descontou aos 25 minutos, com gol de Bruno Sávio. Aos 50 minutos, Wellissol arrancou do campo de defesa, enfiou para Bruno José, que bateu e encobriu o goleiro Gabriel Mesquita, marcando um golaço.

A próxima partida do Xavante será contra o Botafogo-SP, e está marcada para quarta-feira (16), às 16h30, no Estádio Bento Freitas. Ainda pode ocorrer alteração de data ou local devido à classificação da cidade no modelo de distanciamento controlado do estado.

Desfalques no elenco xavante
Nuno, Héverton, Bruno Santos e Matheus Oliveira estão isolados desde a partida passada, positivos para Covid-19. O volante Pablo esteve suspenso pelo terceiro cartão amarelo. E ainda, de acordo com o boletim médico divulgado pelo Brasil, o atacante Dellatorre está com uma lesão muscular na coxa. Já a situação de Jarro é mais complicada, o jogador teve uma fratura no tornozelo e deverá ficar fora do restante da Série B.

Ficha técnica:

Data: 13 de dezembro de 2020

Local: Estádio Bento Freitas, Pelotas-RS

Arbitragem: Igor de Oliveira (MG), auxiliado por Guilherme Camilo (MG) e Ricardo Souza (MG). Quarto árbitro: Douglas da Silva (RS).

Brasil: Rafael Martins; Felipe Albuquerque, Leandro Camilo, Diego Ivo e Alex Ruan; Sousa, Bruno Matias, Bruno José, Matheuzinho (Rodrigo Ferreira) e Rafael Vinicius (Cazonatti); Luiz Henrique (Wellissol). Técnico: Cláudio Tencati.

Guarani: G. Mesquita; Cristovam, Didi, Wálber (Matheus Souza) e Bruno Silva (Marcelo); Bidú (Eliel), M. Rangel (Arthur Rezende), L. Crispim, Pablo, Bruno Sávio e Giovanny (Renanzinho). Técnico: Felipe Conceição.

Cartões amarelos: Alex Ruan, Wellissol, Felipe Albuquerque (BRA), Bruno Silva, Cristovam, Didi, Wálber (GUA)

Deixe uma resposta