Foto: Arthur Dallegrave

Em Caxias do Sul, o Brasil enfrentou o Juventude pela 15ª rodada da Série B do Brasileiro na manhã desse sábado (10). No clássico estadual, o Xavante se saiu melhor. A equipe rubro-negra venceu por 2 a 1, com dois gols no início da primeira etapa do jogo.

O jogo

O Xavante abriu o placar logo no início do confronto. Aos 6 minutos, Luiz Henrique recebeu a bola entre os marcadores, limpou a jogada e tocou para Matheus Oliveira marcar. Aos 12 minutos, Danilo Gomes foi derrubado dentro da área, sofrendo o pênalti. Matheus Oliveira fez a cobrança e ampliou o placar para a equipe Xavante. Com dois gols de vantagem, o Brasil cedeu a posse de bola para o Juventude, que não teve efetividade, criando poucas oportunidades de gol.

No segundo tempo, foi a vez do Juventude marcar logo no início. Com menos de 1 minuto de jogo, Wagner recebeu o cruzamento de Helder Santos e cabeceou a bola para a rede, diminuindo a vantagem Xavante. Após o gol sofrido, o Brasil passou a se defender. O Juventude foi quem criou as melhores oportunidades na segunda etapa.

O Brasil entra em campo novamente no próximo sábado (17), contra o Figueirense, em casa.

Ficha técnica:

Data: 10 de outubro de 2020
Local: Estádio Alfredo Jaconi, Caxias do Sul/RS
Arbitragem: Daniel Nobre Bins (RS), auxiliado por André da Silva Bitencourt (RS) e Fabrício Lima Baseggio (RS). Quarto árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima.

Juventude: Luis Carlos; Wellington Silva, Wellington, Bareiro, Hélder; João Paulo (Tartá), Bochecha (Samuel Santos), Renato Cajá (Capixaba); Wagner, Breno Lopes e Dalberto. Técnico: Pintado.

Brasil: Rafael Martins; Felipe Albuquerque (João Ananias), Leandro Camilo, Héverton, Alex Ruan (Mateus Mendes); Sousa, Bruno Matias (Wellington Simião), Matheus Oliveira (Gegê), Jarro, Danilo Gomes (Bruno Santos); Luiz Henrique. Técnico: Hemerson Maria.

Cartões amarelos: João Paulo, Breno Lopes, Bochecha (JUV), Matheus Oliveira, Alex Ruan, Rafael Martins, Sousa (BRA)

Cartão vermelho: Breno Lopes (JUV)

Por Felipe Monterosso  (com supervisão de Rafaela Tavares)

Deixe uma resposta