Imagem: Rede Esportiva

Nos perguntamos “como será o amanhã” há bastante tempo. E desde 1983, quando a cantora Simone lançou o sucesso, a dúvida ficou imortalizada. E, trazendo para a aldeia, como será o depois de amanhã? O que o destino irá reservar no encontro da nossa dupla com a de Caxias? Responda quem puder…

No jogo que vale bastante, a definição de um possível rebaixamento do Pelotas, não há dúvidas que os comandados de Rafael Jaques terão de jogar bem mais do que já jogaram em toda a competição. E não é só isso: terão de jogar – bem – contra um adversário forte, e que vem pressionado pela falta de resultados, precisando loucamente de uma vitória para classificar para as semifinais. Além disso, ainda será preciso competir, mostrar mais interesse nos 90 minutos, ao contrário do que, aparentemente, foi demonstrado na partida contra o São José.

Ah! E torcer por tropeços dos concorrentes Esportivo e Novo Hamburgo. Nem com bola de cristal ou jogo de búzios para prever o que irá acontecer, por mais que se tenha uma amostragem recente. Porém, não nos esqueçamos do que Nelson Rodrigues imortalizou: o futebol é a arte do imponderável. Então, aguardemos.

Já a partida entre Juventude e Brasil, no Parque Esportivo Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, quase nada interessa ao Brasil. Sem chances de classificação, apenas uma combinação muito improvável de resultados faria com que os comandados de Cláudio Tencatti fossem rebaixados. Não me parece possível. Na teoria, o jogo vale mais para o Juventude, que segue na briga por uma das duas vagas na semifinal do estadual com Caxias e Ypiranga.

Para o Xavante será, como no jargão carnavalesco, um “ensaio geral” para a série B do Brasileirão, que já já está batendo na porta, por mais que mudanças razoavelmente profundas devam acontecer no plantel rubro-negro. De mais significativo, para o sábado, é aguardar sobre que tipos de respostas jogadores que vem mal acabarão dando. Mais atuações ruins podem ser definitivas para o veredito de Tencatti quanto ao aproveitamento desses atletas no certame que começa no mês que vem.

Cada um na sua, será de fundamental importância que, no final da noite do sábado, as coisas tenham dado certo, e quando for “chegando o amanhecer” o realejo diga que Lobos e Xavantes tenham sido felizes.

MERECE PALPITE

Na Espanha, dois dos times da ponta enfrentam adversários frágeis: Atlético de Madrid e Barcelona pegam Huesca e Getafe, com muito pouca chance e espaço para zebra. Cadastrem-se em KTO.com e esse é um palpite com boa margem de segurança. Ah! Fazendo o primeiro depósito após o cadastro, coloquem o cupom EDUARDOTORRES, que a KTO te manda um bônus de 20% em cima.

Deixe uma resposta