Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Nesta segunda-feira (22), os torcedores xavantes puderam assistir à estreia do jovem atacante Cristian, de 19 anos, pelo clube. Uma boa notícia para aqueles que anseiam o maior aproveitamento da base rubro-negra. E que não deve se limitar a este caso.

O Brasil retomou o projeto das categorias de base em 2017. À época, com as equipes sub-15 e sub-17. Desde então, o clube colhe frutos – seja pela profissionalização de alguns, seja pela negociação de outros.

Os primeiros frutos colhidos nesta retomada foram as ascensões de dois atletas que, após se destacarem na base, jogaram pelo profissional e em seguida foram para outras equipes. O atacante Chrigor, por exemplo, estreou como profissional aos 17 anos. Foi vendido para o Red Bull Brasil, e o Xavante ainda manteve um percentual para futuras transações. Em entrevista à Rádio Universidade há uma semana, o gerente-executivo rubro-negro falou que há perspectiva de venda do jovem. Os rubro-negros lucrariam com o negócio.

Foto: divulgação / AI Inter

Também atacante, Luiz Henrique assinou contrato profissional com o rubro-negro aos 16 anos. No ano passado, fechou empréstimo até abril de 2020 com o Inter, onde foi campeão gaúcho sub-17 e agora está atuando no sub-20, campeão estadual neste ano.

Há poucos dias, outro jogador oriundo da base foi negociado. O atacante Fabrício foi emprestado ao Grêmio, com a possibilidade de compra de 50% dos direitos econômicos por parte do Tricolor. Pelo Brasil, o jogador chegou a atuar como titular em uma partida da Série B, contra o Londrina.

Com os jovens ganhando cada vez mais espaço, o clube mostra-se satisfeito com o que vem colhendo. “São dois anos e meio de trabalho de base, aqui. Com certeza ainda temos muita coisa para evoluir, mas eu acho que o saldo é bem positivo. Não só pelas conquistas, porque não avaliamos nosso trabalho simplesmente por resultado, embora a gente saiba que isso é uma consequência do trabalho bem feito, mas o nosso maior balizador do trabalho é a evolução dos próprios meninos que estão conosco desde 2017. E o fato de conseguir profissionalizar, além dos três que foram negociados, mais o goleiro Marcelo, o zagueiro Jacone e o atacante Cristian, que foi profissionalizado este ano, mostra que são seis atletas em dois anos e meio que foram absorvidos pelo clube com contrato profissional. Eu acho que é um saldo bem positivo pelo pouco tempo de trabalho”, avaliou Fábio Borba, coordenador geral das categorias de base do clube.

Atento à nova geração rubro-negra, o Rede Esportiva listou alguns atletas que estão na base do Xavante – ainda sem contrato profissional – com futuro promissor. Veja quem são:

Sub-17

Davi – Goleiro. Está no Brasil há dois anos. Seguro, se destaca também nas cobranças de pênaltis. Este ano foi campeão da Copa Teutônia Sub-17 e ajudou a equipe defendendo um pênalti na decisão contra o Novo Hamburgo. No Gauchão da categoria, pegou mais uma penalidade, desta vez no clássico contra o Progresso. Foi titular em quatro partidas no Gauchão Sub-20, substituindo Marcelo que estava emprestado ao Farroupilha.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Herisson – Volante. Jogador alto, mas técnico. Primeiro volante que não se limita a apenas marcar. Tem passadas largas, por vezes chega à frente e contribui nas cobranças de falta e pênalti.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Gabriel Bielemann – Meia. Fez grande parte da formação dentro do futsal do Paulista F.C. Jogador que atua nas duas funções do meio-campo: volante e meia. Tem intensidade na marcação e chega à área para finalizar.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Léo – Atacante. É o centroavante e artilheiro da equipe no estadual juvenil, com sete gols. Consegue segurar a bola na frente e tem boa mobilidade. É um 9 que sai da área e ajuda na construção ofensiva.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Vitinho – Atacante. Chegou ao Xavante recentemente e aos poucos vai ganhando espaço na equipe juvenil. Canhoto, forte e veloz. Tem o drible como característica, mas também possui boa finalização de média distância. Atua pelo lado do campo.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Sub-20

Noé – Lateral-esquerdo/zagueiro. É um jogador já acostumado com a camisa xavante. No clube desde 2017, é um jogador que desempenha a função de lateral com equilíbrio: marca bem e não deixa de apoiar o ataque. Com lesões dos jogadores dessa posição, Noé pode ser uma alternativa para o técnico Bolívar.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Douglas – Volante. Apesar da pouca idade, possui muita experiência no campo. Atuou durante oito anos no Inter e alcançou a seleção brasileira de base, na qual jogou com Vinicius Jr., craque do Real Madrid. A liderança e o bom passe são os principais atributos do jovem.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Pedro – Volante. Se destacou muito no futsal do Clube Brilhante quando mais novo. Primeiro volante da equipe, joga de cabeça erguida, qualifica a saída de jogo e ajuda na retenção da posse de bola.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Kleyber – Meia. Capitão da equipe sub-20, foi o artilheiro da equipe no estadual com seis gols (empatado com Cristian). Se movimenta muito bem e pode atuar tanto centralizado quanto pelos lados do campo.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Théo – Meia. É mais um atleta que se destacou no futsal da cidade, com o Clube Brilhante. Entre as habilidades que traz do salão, estão o drible curto e o chute com as duas pernas.

Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

 

Competições de base neste ano:

Estadual Júnior – sub-20

Fase classificatória: oitavo colocado, 22 pontos. Treze jogos: 6 vitórias, 4 empates e 3 derrotas.

Quartas de final: eliminado pelo Grêmio. Perdeu por 2 a 0 em Pelotas e por 4 a 0, em Porto Alegre.

Estadual Juvenil – sub-17 

Fase classificatória I: segundo colocado do grupo 7, 16 pontos. Oito jogos: 5 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.

Fase classificatória II: em disputa. Segundo colocado do Grupo 15, 6 pontos. Três jogos: 2 vitórias e 1 derrota.

Estadual sub-15

Fase classificatória: oitavo colocado, quatro pontos. Sete jogos: 1 vitória, 1 empate e 5 derrotas.

Copa FGF sub-19 

Começa em 24 de agosto. O Brasil é o atual campeão da competição.

Deixe uma resposta