Foto: Victor Lannes

Não sobrou unhas ao torcedor Xavante que esteve no Estádio Bento Freitas na noite desta quarta (4). Com jogo disputado até o final, esse torcedor viu a história do clube sendo escrita. O Brasil venceu o Manaus por 1 a 0 e conquistou uma classificação inédita à terceira fase da Copa do Brasil.

O jogo

No início do primeiro tempo as equipes investiram na marcação forte e a partida ficou disputada no meio-campo. Passada a metade da primeira etapa, o Xavante começou a assustar o time amazonense. O time liderado por Gustavo Papa levou perigo em bolas paradas. O grito de gol da torcida rubro-negra veio justamente em cobrança de falta. Aos 30 minutos Gegê alçou a bola na área e Lázaro cabeceou para o fundo do gol.

O jogo seguiu com marcação forte das duas partes. O Brasil teve a chance de ampliar o placar já no final do primeiro tempo. Aos 41 minutos, Wesley foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. O volante Wellington Simião bateu para fora e desperdiçou a oportunidade.

No segundo tempo, o Brasil voltou disposto a fazer o segundo gol logo no início, pressionou mas não concluiu em gols. Após os 25 minutos, o Manaus começou a gostar do jogo e levar perigo ao goleiro Matheus Nogueira, que fez boas interceptações. O Xavante continuou atacando e o jogo disputado entre as duas equipes. Teve pressão dos amazonenses no final, mas os Rubro-Negros conseguiram segurar o resultado, que terminou em 1 a 0.

Com o resultado e a classificação inédita, o Brasil enfrentará o Brusque na próxima fase, em jogo de ida e volta. As datas base são 11 e 18 de março.

Ficha técnica 

Data: 4/3/2020 – 20h30

Local: Estádio Bento Freitas

Arbitragem: Vinícius Araújo; Alex Ribeiro e Enderson da Silva.

Brasil: Matheus Nogueira; Ednei, Lázaro, Heverton e Bruno Santos (Mateus Mendes); Leandro Leite, Révson e Wellington Simião; Gegê, Poveda e Wesley (Eliel). Técnico: Gustavo Papa.

Manaus: Jonathan; Igor Carvalho, Thiago Spice, Luís Fernando e Caique (Raphael); Darlan, Gilson Alves (Patrick Borges) e Gabriel Davis; Janeudo, Rodrigo Fumaça e Mateus Oliveira. Técnico: Welington Fajardo.

Cartões amarelos: Thiago Spice, Caique (MAN), Poveda (BRA)

Cartões vermelhos: Derlan (MAN) e Poveda (BRA)

Gols: Lázaro (30 min, 1t.)

Deixe uma resposta