Foto: Carlos Insaurriaga / AI Brasil

Na véspera de mais um enfrentamento pela Série B do Brasileiro, o atacante Guilherme Queiróz esteve na sala de imprensa do Brasil. O atleta falou sobre os dois gols na última partida e sobre o jogo desta terça (12), contra o Coritiba.

No último sábado, o Xavante empatou em casa, com o Oeste, por 2 a 2. O resultado foi de virada, com o último gol nos acréscimos. O atacante Guilherme Queiróz marcou as duas vezes. “A gente está sempre trabalhando para fazer os gols, mas eles não vinham saindo. A gente vinha tentando, tentando e sabia que uma hora ou outra ia ter a oportunidade. Conheço o Pereira já, ele sabia da minha movimentação, colocou a bola para eu sair de cara com o Matheus (Cavichiolli, goleiro), acabei fazendo o primeiro gol e no final teve o pênalti que pude concretizar e fazer os dois gols”, disse.

Os dois gols somados ao gol da partida contra o Botafogo-SP fizeram de Queiróz o artilheiro do Brasil nesta Série B, ao lado do zagueiro Leandro Camilo.

Sem muito tempo para descanso, o Xavante voltará a campo para enfrentar o Coritiba, que está em terceiro na tabela e vai buscar mais pontos para se manter no G4. “Vai ser um jogo difícil, a gente sabe da qualidade do time do Coritiba. Sabemos as dificuldades dos times que vem aqui. Estamos focados. Vamos ver o que o professor vai falar, vamos impor o nosso ritmo dentro de campo. Sabemos que eles vão vir querendo a vitória, mas também não vamos esperar atrás”, comentou.

O atacante ainda complementou que os atletas gostam desse tipo de jogo, com adversários tradicionais e que fazem boas campanhas. “Esses jogos grandes assim a gente sempre cresceu em campo, acho que tem grandes possibilidades de a gente fazer um grande jogo e conseguir a vitória aqui”, avaliou.

Na última partida contra o Oeste, o grupo não fez concentração devido ao atraso dos salários. O que na visão do atleta não faz muita diferença dentro das quatro linhas. “Somos um grupo muito fechado. A gente sabe da importância do jogo. Conversamos sobre não concentrar e falamos que é importante esse jogo, que temos que fazer os pontos logo para ter a permanência em 2020 na Série B. Concentrar ou não, temos muitos profissionais aqui, não tem moleques, acho que independente de qualquer coisa temos que vir para campo e mostrar o nosso melhor sempre”, falou.

Bolívar cumprirá suspensão na partida contra o Coritiba (Foto: Carlos Insaurriaga / AI Brasil)

Para a partida contra o Coxa, o comando técnico terá mudança. O treinador Bolívar recebeu o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão. O seu auxiliar, Patrício Boques, estará na beira do gramado passando as orientações. “A gente tem o mesmo respeito tanto pelo Bolívar quanto pelo Patrício, os dois têm um comando bem parecido (…) o Bolívar e o Patrício são excelentes no que fazem e a gente tem que dar o melhor dentro de campo”, disse.

Patrício estará na casamata orientando a equipe xavante (Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva)

O atacante ainda falou sobre o futuro no clube. Faltando apenas quatro rodadas para encerrar a Série B,  Queiróz é um dos atletas que tem contrato até o final do Gauchão. “Tenho contrato até abril (2020), tenho que falar com meus empresários também, mas pretendo cumprir aqui. Dependendo do que vamos conversar e como vai estar o extra-campo. A gente sabe da situação que está e que não é só aqui. A gente tem amigos em outros clubes e também está atrasado. No primeiro momento é a permanência, mas tudo é uma questão de conversar”, disse.

Arte: Rede Esportiva

Arte: Rede Esportiva

Deixe uma resposta