Foto: Victor Lannes

O presidente do Brasil, Ricardo Fonseca, disse à Rádio Pelotense, no início da semana, que o clube não aceitaria a possível mudança de tabela ocasionada pelo adiamento do Bra-Pel. Em entrevista à Rádio Universidade, o presidente Xavante preferiu não tomar o mesmo posicionamento.

“Isso seria o certo, né? De nós jogarmos. De todos os clubes jogarem a primeira rodada. Vamos ver o que vai acontecer. Até lá tem muita água para rolar. Mas o certo seria terminar a primeira rodada com todo mundo jogando”, questionou o presidente.

Fonseca afirmou que o clube já possuía um planejamento contando com o jogo na quarta-feira. Os jogadores fizeram os testes nesta segunda e terça (21) e já iniciaram o regime de concentração para os próximos jogos, ou até mesmo para o Bra-Pel, caso venha a ocorrer.

“Isso é um problema. Infelizmente é a pandemia. Então ninguém quer passar por isso. Os 12 times querem terminar a competição dentro de campo. E temos que terminar desse modo mesmo que nós tenhamos um compromisso moral e ético com a patrocinadora”, disse o presidente.

O presidente afirmou que o Brasil já possui jogadores de outras cidades cumprindo o isolamento obrigatório de 10 dias em Pelotas. De acordo com o presidente, o clube só irá anunciar os novos reforços após os contratos estarem assinados e os atletas entrarem em campo.

_______________________

Colaborou: Felipe Monterosso

Leia mais:

FGF atualiza tabela do Gauchão sem o Bra-Pel

“Estamos contratando cinco jogadores que começam a chegar nesta semana”, diz Ricardo Fonseca

Pelotas apresenta nova situação sobre atleta infectado e prefeitura rebate

Deixe uma resposta