Foto: Victor Lannes

A tensão que tomou conta do confronto entre Brasil e Gama, que classificou o Xavante à segunda fase da Copa do Brasil, teve continuidade minutos após o jogo. Com a gestão administrativa bastante criticada por torcedores nos últimos meses, o presidente rubro-negro Ricardo Fonseca foi aos microfones e desabafou. E dois momentos, em especial, chamaram atenção: quando falou sobre as críticas que têm recebido e quando falou sobre a arbitragem da partida.

“Se (alguém) acha que tá ruim (o trabalho que vem realizando na presidência), é só pegar. Pega e faz igual eu tô fazendo”, disse, inicialmente. “Esse é o recado que eu dou. Muitas pessoas, não é todo mundo, é uma minoria, acham que tá tudo errado. Então vai lá e pega que eu largo na hora. São pessoas levianas, vagabundas e sem vergonha que estão fazendo isso aí”, completou.

Ricardo Fonseca ainda valorizou a classificação rubro-negra. Segundo ele, com o avanço de fase, o Brasil subiu no ranking da CBF, assegurando assim vaga na Copa do Brasil 2021. Só que a classificação, nas palavras do presidente, quase não veio por conta da atuação da arbitragem – a quem não mediu palavras. “A arbitragem veio para nos f… Se o Brasil não tem a alma castelhana, sairia derrotado daqui de dentro”, falou.

Deixe uma resposta