Foto: Victor Lannes / Rede Esportiva

Nesta quinta (21) o Brasil recebe o Atlético-GO pela penúltima rodada da Série B do Brasileiro. As condições diferentes da equipe na competição não são uma questão para o treinador xavante. Bolívar afirma que mesmo o Brasil não brigando por acesso, vai lutar pelos três pontos contra o Dragão.

“O Atlético está interessado e o Brasil também está interessado, pode ter certeza disso. Sempre falo para os atletas que eles representam uma camisa, uma torcida, mas é a imagem deles que está lá, é minha imagem. A gente sabe o quanto é importante terminar bem a competição. Você não pode terminar sendo o primeiro antes dos quatro rebaixados, porque fica visualmente uma imagem muito ruim. Sei o quanto é importante somar pontos e deixar uma boa impressão, ainda mais sendo o último jogo dentro de casa”, falou.

O confronto marcará o reencontro de Bolívar com o treinador Marcelo Barroca, com quem teve contato ainda quando jogador no Botafogo, além disso, os dois mantém uma relação próxima. Bolívar brincou com a situação e afirmou que a amizade não terá influência dentro de campo.

“É um cara que eu tenho uma admiração muito grande, a gente fala toda semana e falou agora nessa semana antes do jogo para que o Brasil possa tirar o pé, e isso jamais vai acontecer, eu falei para ele: “tu podes me pedir qualquer outra coisa mas tirar o pé jamais”, mesmo tendo alcançado o objetivo a gente vai somar pontos. Se o Atlético quiser esses pontos vai ter que fazer muita força aqui”, disse.

Embora o Xavante não tenha mais chances de acesso e nem perigo de rebaixamento, quanto melhor posicionado terminar a Série B, melhor ficará no ranking geral da CBF, o que pode render uma vaga para a Copa do Brasil no ano que vem. “Eu acabo me cobrando muito e consequentemente cobro eles também, os atletas sabem muito bem disso. Mesmo tendo alcançado o objetivo, você precisa terminar de forma honrosa dentro da competição, vencendo o jogo em casa e depois ainda tem mais um jogo para somar pontos. Eu quero uma colocação melhor para gente deixar uma boa impressão para todos os torcedores do Brasil”, falou.

Foto: Jonathan Silva / AI Brasil

Futuro
Na reta final na Série B é natural que já comece os planejamentos e projeções para 2020. Segundo Bolívar, o desejo da comissão técnica é de continuar à frente da equipe para o Gauchão. “Eu deixei muito claro para a direção que é prioridade nossa, da comissão, estar aqui no clube. Pela oportunidade que nos foi dada, para dar segmento no nosso trabalho, pegando um trabalho desde o início, que é completamente diferente do que a gente chegar no meio do caminho como foi nessa temporada”, disse.

No entanto, a situação ainda não está definida. “A gente já teve uma conversa e não precisamos nos precipitar, já conversamos e falamos sobre alguns atletas para o ano que vem. A vontade é muito grande de permanecer aqui, até pelo carinho que a gente recebeu na cidade, pelas amizades que a gente fez, o vínculo que a gente criou e o ambiente muito bom de trabalho. A gente espera acertar logo com a direção para poder dar segmento nesse trabalho”, comentou.

Arte: Rede Esportiva

 

Deixe uma resposta